Qual o papel do responsável na segurança e proteção do idoso

O idoso é uma das pessoas que mais precisa de nossa atenção nos tempos atuais. Podem ser nossos pais, uma pessoa sobre nossos cuidados, ou até mesmo um estranho na rua. Devemos zelar pela proteção dessas pessoas que já viveram bastante e tem muita experiência para nos ensinar.

A seguir, vamos ver como você pode colaborar pela proteção de um idoso nos tempos atuais. Que tal começarmos agora? 

Evitando quedas

Assim como as crianças, o idoso precisa de muitos cuidados principalmente quando o assunto são as quedas.

Entenda que para uma pessoa jovem e saudável, uma queda na sala de estar, por exemplo, pode não causar tantos estragos, mas para um idoso, qualquer queda é preocupante, por isso, é necessário que você procure sempre meios para evita-las.

Se a sua casa tem mais de um andar, certifique-se de que as escadas sejam apropriadas e adequadas do ponto de acessibilidade para idosos. Sempre que puder, ajude-o a subir ou descer as mesmas.

Tome cuidado para que o chão jamais esteja molhado de forma a não permitir que o idoso escorregue ao transitar de um ambiente a outro, como por exemplo, passar do seu quarto para a sala ou para o banheiro.

Além disso, mantenha-se por perto quando ele precisar tomar um banho. Caso haja uma queda no banheiro, você estará por perto para ajudá-lo, prestar os primeiros atendimentos ou chamar socorro especializado.

Se você quer saber mais sobre como evitar quedas em casa, vai gostar de ler outro artigo especificamente sobre isso.

Para saber mais sobre como aumentar a segurança e bem estar do idoso, clique aqui.

Fique atento à sua saúde mental e física

Mantenha-se atento caso o idoso tenha algum problema de saúde que lhe cause dor, para ministrar a medição necessária atentando-se sempre para a frequência e dosagem. Caso o idoso apresente sinas ou comportamentos atípicos, convém procurar um médico ou leva-lo para atendimento especializado. Caso seja necessário, chamar alguém de confiança para leva-lo. Em casos muito graves, será preciso ir a um hospital para que os cuidados necessários sejam prestados imediatamente.

Fique atento também, aos sinais de fraqueza, esquecimento, desorientação ou desequilíbrio.

A saúde mental deve ser frequentemente monitorada, uma vez que é parte importante do cuidado com os idosos. Fique atendo também, aos sinais de depressão, falta de interesse pelos hábitos sabidamente corriqueiros e também a sinas de profundo sentimento de tristeza ou raiva.

Respeite a pessoa idosa

Seja sempre respeitoso com os idosos, pois os mais velhos são pessoas com emoções e ideias. Não os julgue de acordo com seu estado físico. O envelhecimento faz parte de um ciclo natural da vida.

Não utilize palavras ou atitudes que os idosos possam entender como inapropriadas. Normalmente os conflitos de geração podem criar situações inesperadas que, poderão deixar o idoso aborrecido, triste ou chateado. Cabe ao responsável pelo idoso, garantir que o mesmo esteja a maior parte do tempo possível em harmonia e tranquilo.

Deixe o telefone sempre disponível, para casos haja emergência

Pode ser que seja inevitável deixar o idoso sozinho ou na companhia alguém de confiança. Caso isso ocorra, certifique-se de informar seu número de telefone e esteja disponível para atender em uma real necessidade ou mesmo, para ficar sempre informado sobre ele. 

Siga essas dicas, e você estará mostrando respeito pelo idoso, e garantindo o seu merecido bem-estar.