Qual o papel do responsável na segurança e proteção da criança

A proteção da criança é praticamente tudo para nós. Ela é essencial e nós odiaríamos que algo acontecesse com nossos pequenos.

Isso faz com que vários pais e responsáveis tenham curiosidade em saber como podem ajudar a manter as crianças protegidas nos dias de hoje. Por isso, separamos aqui algumas dicas que, se você seguir, terá um papel importante na segurança dos menores.                   

Como evitar asfixia

  • Não deixe ao alcance do seu filho: moedas, bolinhas de gude, doces, pequenos brinquedos, alimentos sólidos (como azeitonas, amendoins, etc.), baterias, tampas de canetas, grampos de cabelo, etc.
  • Guarde os sacos de plástico ou lenços fora do alcance do seu filho.
  • Deite seu filho de costas quando estiver sozinho na cama.
  • Observe seu filho durante as refeições e quando ele estiver brincando. 

Para saber mais sobre como evitar asfixia, clique aqui. E aqui também.

Brinquedos

Brinquedos podem geralmente causar acidentes. Se o seu filho, por exemplo, puxar o braço ou o olho de um brinquedo macio, ele pode engoli-lo e engasgar.

  • Dê apenas brinquedos adequados à idade que atendam aos requisitos de segurança
  • Se tiver dúvidas sobre a segurança de um brinquedo, não o dê ao seu filho. 

Encontre mais detalhes sobre este assunto aqui.

Como evitar o afogamento

Seu filho pode se afogar em minutos, sem som, mesmo em 20 centímetros de água (banho, piscina, etc.).

  • Nunca deixe seu filho sozinho no banho, nem que seja por um curto período de tempo. Não atenda o telefone e não abra a porta sem tirá-lo dali.
  • Coloque tudo o que você precisa na ponta dos seus dedos (sabonete, xampu, toalha, etc.). 

Este assunto é importantíssimo, saiba mais aqui. Aqui também.

Como evitar quedas

Leve sempre seu filho com você, se tiver que ir embora por um curto período de tempo.

  • Nunca deixe seu filho sozinho em uma cadeira ou escada.
  • Utilize sempre uma cadeira marcada “de acordo com os requisitos de segurança” e use sempre a correia entre as pernas e aperte os fechos.
  • Ensine seu filho a subir e descer as escadas. Nunca deixe que ele use as escadas sozinho até que ele tenha idade para isso.
  • Nunca coloque móveis ou objetos sob as janelas ou na varanda, porque o seu filho pode subir nele e acabar se machucando.
  • Se possível, bloqueie a abertura das janelas por um sistema de segurança.
  • Certifique-se de que o seu filho não possa subir ou passar pelas barras da sua varanda.

Para mais dicas de como evitar queda, sugerimos ler este artigo sobre como prevenir crianças e idosos de quedas. Para ler mais sobre este importantíssimo assunto, clique aqui.

Como evitar envenenamento

  • Armazene sempre a medicação em um armário fechado e alto. Não os deixe em uma bolsa ou em uma mesa.
  • Armazene sempre os produtos domésticos e coloque no alto, fora do alcance das crianças e, se possível, em um armário trancado. Explique ao seu filho os perigos desses produtos e mantenha-os longe quando usá-los.
  • Use produtos com tampas de segurança. 

Como evitar queimaduras

  • A temperatura da água do banho deve ser de 37 °C.
  • Mantenha seu filho longe de aparelhos quentes.
  • Nunca deixe seu filho sozinho na cozinha. Cuidado com placas e queimadores depois que eles pararem. Mantenha o seu filho longe de objetos quentes, como tábuas de engomar, lâmpadas, aquecedores, etc.
  • Nunca deixe recipientes cheios de comida líquida ou quente ao alcance do seu filho.
  • Mantenha fora do alcance objetos que possam queimar seu filho ou causar um incêndio.

Você pode saber mais sobre este assunto aqui.

Para mais informações sobre proteção a crianças contra queimaduras, temos um artigo inteiro só sobre isso.

Como evitar choques elétricos

  • Equipe suas tomadas elétricas com dispositivos de segurança.
  • Evite usar um aparelho elétrico na presença de água.
  • Tenha suas instalações elétricas verificadas. 

Veja mais sobre isso aqui.

Lugares em risco em uma casa

Para crianças menores de um ano, os acidentes ocorrem mais na cozinha, no quarto e no banheiro. Quanto aos acidentes que afetam crianças de 1 a 4 anos, na maioria das vezes ocorrem na cozinha e na sala de estar.

À medida que a idade aumenta, esses acidentes diminuem e ocorrem com mais frequência fora de casa.

Sendo assim, é preciso zelar pela proteção das crianças em qualquer lugar que você for. Não deixe de seguir essas dicas, pois, além de eficazes, elas são valiosas e vale a pena segui-las à risca.