Primeiros socorros – Acidentes com animais venenosos

Infelizmente, estamos cada vez mais propensos a animais venenosos no nosso dia-a-dia. Por isso, queremos algumas formas de nos proteger e de fazer os primeiros socorros em caso de emergência, certo?

Neste artigo, você vai ver as principais dicas de primeiro socorro para se proteger de complicações imediatas em casos de acidente com animais venenosos. Acompanhe! 

Quais são os riscos para a saúde?

Acidentes frequentes, mordidas e picadas de animais venenosos são extremamente arriscados, com riscos de morte, inclusive.

Cinco riscos são identificados durante uma lesão por um animal ou inseto:

  • Uma ferida que pode causar sangramento intenso e requer intervenção médica (sutura)
  • Uma infecção
  • Tétano
  • Uma reação alérgica: por exemplo, 1 a 3% da população brasileira é alérgica ao veneno de himenópteros (vespa, abelha, etc.)
  • Uma reação tóxica relacionada a uma toxina ou micróbio injetado com a mordida ou picada.

Mordidas ou picadas de animais venenosos são muitas vezes dolorosas e exigem uma resposta rápida e eficaz. No entanto, isso só é possível e útil se os primeiros socorros forem feitos por pessoa com conhecimento. Pessoas despreparadas podem em alguns casos agravar a situação da vítima. Caso você não sinta-se preparado para prestar os primeiros socorros, mantenha a calma e de imediato busque ajuda especializada e preste todas as informações necessárias para que o atendimento especializado possa prestar o melhor atendimento.

Cuidado para prestar o socorro de acordo com a lesão

Em caso de mordida ou picada, é essencial fornecer primeiros socorros adaptados à lesão causada pelo animal.

  • Limpe bem as mãos com sabão e água
  • Lave bem a ferida com sabão e água morna, para eliminar vestígios de saliva (vetor de micróbios),
  • Deixe secar ao ar por alguns instantes antes de colocar uma compressa estéril,
  • Verifique a vacina anti tétano da vítima,
  • Consulte um médico ou ligue para os serviços de emergência (SAMU 192 ou Bombeiros 193) no caso de uma ferida grave (sangramento intenso, necessidade de sutura).

Em caso de mordida por um animal venenoso, é necessário identificar o animal ou capturá-lo para que um profissional possa detectar qual o tipo de contaminação e assim poder administrar a medicação adequada pra o tipo de ocorrência.

Embora a raiva canina tenha sido erradicada do Brasil, se houver suspeita que o animal esteja infectado com raiva, a vítima deve ser rapidamente encaminhada para atendimento médico, para se for o caso, aplicar rapidamente vacina contra raiva.

Para evitar este tipo de acidente, especialmente com crianças, tome algumas precauções básicas: não se aproxime nem permita que crianças e idosos aproximem-se de animais de terceiros ou de rua. E mais, nunca deixe uma criança ou idoso sozinhos com um animal de estimação (cachorro, gato, etc.) cujo comportamento possa oferecer risco aos mesmos.

Para animais de rua, nós temos um artigo próprio. Que tal ler agora mesmo? Clique aqui. 

Picadas de cobras

A víbora pode ser uma fonte de mordida mortal. Caso ocorra siga o que é indicado abaixo:

  • Entre em contato com os serviços de emergência imediatamente, mesmo se houver for apenas “suspeita” de picada de víbora,
  • Sente a vítima e especialmente não ande muito com ela
  • Não injete “soro” anti veneno por conta própria. O correto é buscar atendimento médico imediatamente.

Para evitar picadas de cobra, algumas precauções podem ser tomadas: evitar andar em grama alta, usar sapatos altos e não deixar lixo ou alimentos acessíveis a roedores (presas da víbora). 

Picadas de insetos

Picadas de insetos (vespa, abelha, etc.) são mais dolorosas que perigosas. No entanto, eles podem causar uma reação séria ou morte em pessoas com alergias. 

Que conduta seguir?

  • Remova, usando uma pinça esterilizada, o ferrão do animal, se estiver visível.
  • Desinfete a ferida
  • Aplique gelo protegendo a pele com papel de cozinha para reduzir o inchaço e aliviar a dor,
  • Então siga as mesmas ações como no caso de uma mordida: limpar a ferida, aplicar uma compressa estéril, verificar a vacina contra o tétano,
  • Entre em contato com os serviços de emergência em caso de reação alérgica (dor severa, inchaço, sensação de desconforto, etc.), em caso de múltiplas mordidas ou na boca.

É essencial ficar com a vítima até a chegada da ajuda, no caso de múltiplas mordidas (risco de reação tóxica) ou alergia.

Se a pessoa afetada foi você, chame a pessoa mais próxima e fale para ela o que houve. 

Conclusão

Animais venenosos podem ser perigosos, mas seguindo essas dicas, você consegue ter bons resultados. Por isso, não deixe de segui-las à risca. E o mais importante, procure um médico, pois isso poderá salvará a sua vida.