6 acidentes domésticos frequentes e como evitá-los

Os acidentes em casa não podem se tornar  comuns, muito menos ser considerados “coisas que acontecem”.  Abaixo listamos 5 acidentes domésticos bem comuns e apresentamos dicas de como evitar sua ocorrência ou reincidência.

Naturalmente, você quer conhecer algumas dicas de prevenção, e é exatamente isso que você verá a seguir. Dito isso, vamos direto ao que interessa. 

Queimaduras

Estes são alguns acidentes comuns que ocorrem em casa.

  • Mantenha os cabos de panelas fora do alcance mantendo-os voltados pra trás e para o lado de dentro do fogão.
  • Mantenha as crianças longe do fogão a gás, elétrico ou microondas quando eles estivem em uso.
  • O ferro de passar roupas é perigosíssimo, não o deixe conectado e sem acompanhamento quando sem uso.
  • Ao encher a banheira para o banho de crianças pequenas ou idoso, sempre comece e termine com água fria.
  • As crianças costumam pegar fósforos para brincar. Guarde-os em local fora de seu alcance, inclusive visual. isso vai  queimaduras e talvez pior, atear fogo.
  • Em estações de frio, muito cuidado com os aquecedores.

Quedas

Também muito comum nas residências as quedas de crianças e idosos devem ser levadas muito a sério devido à fragilidade típica dos mesmos. Deve-se estar sempre atento para evitar situações que possam vir a causar sérias lesões, por vezes irreversíveis.

  • Uma iluminação adequada permitirá o seguro deslocamento pelos ambientes da casa, principalmente pra os idosos.
  • Evite deixar brinquedos e objetos no chão, evite também os tapetes não aderentes ou não emborrachados em lugares escorregadios.
  • Aguarde que o chão seque depois de lavá-lo, para somente depois disso, liberar o trânsito principalmente pra idosos ou para que crianças brinquem.
  • Analise a melhor opção. Se uma sólida rampa de medidas corretas ou escadas com degraus padronizados não escorregadios e desobstruídos para tornar os acessos e transito seguros.
  • Opte por tapetes antiderrapantes na banheira.
  • Se necessário, instale barras de apoio para proporcionar maior estabilidade aos idosos. Do lado de fora dos ambientes, deixe a entrada e o caminho livres de objetos de decoração que possam atrapalhar a passagem ou que possam cair e gerar cacos e estilhaços que venham a causar graves acidentes.
  • Cuidado com  janelas e sacadas abertas que sejam erroneamente desprovidas de telas de proteção evitando que as crianças brinquem nas proximidades. Crianças são impetuosas e podem acabar caindo! 

Envenenamento

Usamos e mantemos em nossas casas dezenas de produtos tóxicos que são responsáveis por envenenamentos por vezes fatais, porque foram mal utilizados ou deixados ao alcance das crianças. Sendo assim, seguem algumas dicas para evitar que o pior aconteça:

  • Remédios devem, ser agrupados em armário ou gaveta, de preferência sob tranca e, é claro, fora do alcance das crianças.
  • Informar seus filhos sobre os riscos da ingestão acidental de medicamentos,  pode desencorajá-los a ingeri-los como se fossem doces.
  • Produtos como detergentes, solventes, ceras, etc. devem ficar obrigatoriamente fora do alcance as crianças se forem armazenadas em lugares inacessíveis a elas.
  • Produtos de beleza, para unha, perfumes e outros cosméticos podem tornar-se venenos formidáveis. Mantenha sempre esses produtos em um local seguro e fora do alcance das crianças.

Para saber mais sobre produtos venenosos em casa, clique aqui.

Choque elétrico

A eletrocussão pode causar parada cardíaca, além de queimaduras e ferimentos graves. Precauções simples podem evitar esse tipo de acidente. Veja abaixo algumas importantes dicas:

  • Nunca coloque as mãos molhadas em um plugue ou fio, mesmo que você ache que não está energizado e nunca toque em um plugue danificado. Nunca manuseie um objeto elétrico em piso molhado ou úmido.
  • Nunca deixe copos de água ou qualquer líquido próximo de um objeto ligado à eletricidade (TV, rádio, aparelho de som, videogame, computador, etc.), isso representa um grande perigo.
  • Ao substituir lâmpadas, assegure-se que a alimentação elétrica esteja desligada e tenha certeza que o interruptor está na posição de desligamento.
  • Lembre-se de instalar os protetores de tomadas para proteger suas crianças contra choque elétrico. 

Neste link tem um ótimo e mais completo artigo sobre choque elétrico, clique aqui.

Afogamento

Uma criança pode se afogar em dois centímetros de água, sem barulho e em poucos segundos! Observe dicas simples abaixo:

  • Jamais perca de vista uma criança que brinca na água ou perto dela.
  • Nunca deixe uma criança sozinha em sua banheira. 
  • Não deixe tanques e bacias com água, mesmo que com nível baixo pois crianças pequenas podem afogar-se mesmo com pouca água nestes recipientes. Jamais permita que crianças brinquem na área de serviço.
  • Crianças pequenas em fase inicial de locomoção podem ter acesso a baldes e vasos sanitários. As consequências são desastrosas.

Se quiser saber mais sobre afogamentos, clique aqui.

Asfixia por engasgamento

Geralmente mortes ou acidentes causados por asfixia acomete as crianças menores de 9 anos, mas também isso pode ocorrer com idosos, porém, com uma frequência muito menor. Por isso, é importante evitar deixar objetos pequenos ao alcance das crianças. Veja algumas situações mais corriqueiras que podem facilmente ser evitadas:

  • Podem ser considerados pequenos objetos, partes que possam  se soltar de brinquedos desgastados, de baixa qualidade e que não são certificados pelo INMETRO.
  • Brinquedos entregue às crianças cujo indicativo de idade não seja compatível.
  • Podem também ser alimentos em grãos que crianças pequenas costumam levar à boca, ouvido e nariz. Muitas vezes estes grãos descem através do trato respiratório causando graves problemas. Acredite, isso acontece com bastante frequência.
  • A asfixia pode também ser por alimentos sólidos dados a crianças pequenas como também pode acontecer com idosos já com limitações da sua fragilidade física e debilidade decorrente da própria idade.
  • Pode também e com grande frequência acontecer com bebês, durante e após as mamadas, sejam no seio materno ou em mamadeiras ou mesmo com papinhas. Saber a idade certa para oferecer alimentos sólidos aos pequenos também deve ser uma preocupação. Consulte o pediatra do seu filho para receber orientações. Para saber mais sobre isso, leia aqui. Ou aqui também.

Em caso de emergência

Para poder reagir rapidamente em caso de acidente, envenenamento ou eletrocussão, mantenha junto ao seu telefone as seguintes informações:

  • Para qualquer urgência: 192 ou 193.
  • Disque desintoxicação: 0800 722 6001
  • Os números de telefone do seu médico de família, farmacêutico e pessoas próximas a você que podem ajudá-lo rapidamente.

Profissionais capacitados podem lhe passar boas instruções de primeiros socorros, e por isso, não devem ser dispensados.